Previous slide
Next slide
Search
Close this search box.
Medicinal

Paralisia Cerebral e Autismo tratados com cannabis

Compartilhe:

Compartilhe:

Mark Zartler, um pai de Richardson, uma cidade situada no estado do Texas, nos Estados Unidos da América, usa componentes da cannabis para ajudar sua filha, que não consegue se conter.

Em 2.000, Christy Zartler deu à luz meninas gêmeas. “Quando elas voltaram para casa, Keeley, sua irmã gêmea, veio primeiro”, disse Christy. “Três dias Kara a seguiu.”

A partir daí, eles começaram a difícil tarefa de aprender como tratar a Paralisia cerebral e o Autismo severo de Kara. Há uma série de pílulas dela no balcão da cozinha. Antipsicóticos e enzimas e soníferos. Ainda assim, poucas coisas ajudaram a combater o pior de seus sintomas.

Um vizinho sugeriu pela primeira vez anos atrás que a cannabis poderia aliviar os sintomas de Kara. Mark então descobriu que, ao moer botões de maconha e aquecê-los a 410 graus Fahrenheit, conseguia criar o vapor que serve como uma resposta de resgate imediata ao comportamento mais violento de sua filha.

Acompanhe nossas reportagens sobre este e outros temas.

Somos uma revista e uma plataforma dedicadas à cobertura mundial de tudo que envolve a cannabis.

Informação de qualidade com responsabilidade. Não fazemos apologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *